Skip
A carregar Destaques

Oficinas nas Férias

A Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro promove, entre 5 de julho e 26 de agosto, as “Oficinas nas Férias”, a decorrer na secção infantojuvenil.

Esta iniciativa tem como principal objetivo oferecer um leque de novas aptidões aos jovens leitores durante as férias de verão, desde os 8 aos 18 anos de idade. Ao longo de 5 oficinas, os participantes poderão explorar as áreas da música, arte, escrita, encadernação e até aprender xadrez.

Algumas destas atividades regressam à BPARLSR depois do sucesso obtido em edições anteriores, como é o caso da Oficina de Expressão Musical, com Roberto Rosa; e “Destruir Certas Palavras: Oficina de Escrita e Encadernação”, com Henrique Bulcão. Carolina Rocha levará os jovens participantes por “Aventuras no Mundo da Arte”, a oficina que inaugura esta iniciativa, Ricardo Ávila traz música à Biblioteca com o Clube do Ukulele, e Sílvia Fagundes ensinará a arte do xadrez a principiantes.

Junte-se a nós e inscreva-se através do número de telefone 295 401 000 ou o e-mail sij.bparlsr@azores.gov.pt.

 

Notas Biográficas

Carolina Rocha nasceu em 1987. Atualmente é artista residente na escola de arte A Base. Licenciada e mestre em Artes Plásticas, pela Escola Superior de Artes e Design, das Caldas da Rainha. Pós-graduada em Ciências da Informação, pela Universidade Aberta e em Livro Infantil, pela Universidade Católica Portuguesa. Participa em exposições coletivas e individuais desde 2010. Está representada em várias coleções particulares e públicas nomeadamente: Clube Soroptimist Internacional, Museu António Duarte, nas Caldas da Rainha, Museu de Angra do Heroísmo e Centro de Artes Contemporâneas -Arquipélago.

Henrique Bulcão nasceu em 1985, na Matriz da Horta. Trabalha na Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro desde 2015. Compõe canções desde os 17 anos, é cantautor, colaborou já com diversos músicos e neste momento desenvolve um projeto artístico com composições próprias numa banda. Frequentou a Licenciatura em Comunicação Social na Escola Superior de Educação, de Setúbal.

Ricardo Ávila, 43 anos, natural de Angra do Heroísmo, é licenciado em Educação de Infância pela Universidade dos Açores (2007) e mestre em Teatro pela Universidade de Évora (2012). Coordena a secção infantojuvenil da Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro desde 2018. Fundou em 2019 um coletivo de artistas a que chamou vumteatro, visando perpetuar o “Dom Roberto”, teatro de marionetas tradicional português.

Roberto Rosa, aos 11 anos de idade, inicia a sua jornada musical no sopro de um trompete na Filarmónica União Popular da Ribeira Seca, Ilha de São Jorge. Ainda muito jovem, ruma à ilha Terceira para aperfeiçoar e consolidar as suas habilidades musicais no Conservatório de Angra do Heroísmo. Realiza vários workshops, master classes e formações, bem como integra projetos musicais como a Orquestra AngraJazz, o Lava Brass Quintet, o BRUMA Project e a Orquestra de Sopros da Ilha Terceira, da qual é, também, presidente e fundador. Decide partilhar o seu conhecimento com crianças através de oficinas de expressão musical, em ateliers de tempos livres, sempre com o objetivo de estimular o sentido criativo e crítico dos mais jovens. É diretor artístico do Orfeão da Praia da Vitória.

Sílvia Fagundes, 33 anos, natural de Angra do Heroísmo, é licenciada em Produção e Design de Cenografia pela ESMAE – Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo. Desenvolve projetos de mediação de leitura na Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro desde 2020, e faz produção na companhia de marionetas vumteatro, focada na promoção do Teatro Dom Roberto, com sede na Terceira.

Detalhes

Início:
5 Julho
Fim:
26 Agosto
Categorias de Evento:
,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*